Coreia do Sul luta contra a Peste Suína Africana

A Coreia do Sul conseguiu conter a disseminação da Peste Suína Africana (PSA), mas ainda precisa permanecer vigilante sobre a disseminação do vírus através de javalis, disse o ministro da Agricultura,  Kim Hyeon-soo.

Desde o primeiro surto de doença animal no país em 17 de setembro, a doença animal mortal tem assombrado fazendas de suínos em todo o país, pois atualmente não existem vacinas nem curas para a doença altamente infecciosa.

A doença atingiu rapidamente as áreas do norte do país, infectando fazendas em quatro cidades na fronteira com a Coreia do Norte: Paju, Yeoncheon, Gimpo e Gangwha.

Até agora, o país confirmou 14 casos de ASF em fazendas locais de suínos no total, embora o último caso tenha sido relatado no início de outubro. O período de incubação é de cerca de três semanas.

“Estamos fazendo esforços para impedir que a doença afete partes do sul do país”, disse o ministro da Agricultura, Kim Hyeon-soo. “Ainda estamos em uma situação grave, pois ainda há vírus entre os javalis”.

Fonte: Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *