CÚPULA DO PLANALTO : Ministros discutem política de preços de combustíveis nesta segunda-feira(15). Confira outras notícias na coluna JPM de hoje

REUNIÃO PACIFICADORA

Para acalmar o mercado financeiro, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, coordena hoje , uma reunião para discutir a política de preços de combustíveis e o tabelamento do frete para caminhoneiros. O encontro está marcado para as 14h30. São esperados no Palácio do Planalto os ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque; da Infraestrutura, Tarcísio Freitas; da Economia, Paulo Guedes; da Secretaria de Governo, Alberto Santos Cruz, e da Secretaria-Geral, Floriano Peixoto. Os presidentes do BNDES, Joaquim Levy, e da Petrobras, Roberto Castello, também deverão participar da reunião.

MERCADO ABERTO

Com a mesma intenção, o presidente Jair Bolsonaro convocou uma reunião para esta terça-feira (16) com membros da Petrobras para discutir sobre o preço do diesel, depois de determinar suspensão no reajuste de 5,7%. Na última sexta (12), Bolsonaro encontrou, rapidamente, representantes da empresa e ministros de estado. Assim, a estatal voltou atrás e suspendeu, temporariamente, o reajuste no preço do diesel.Pelo Twitter, o presidente argumentou que a política dele é de mercado aberto e de não intervenção na economia.

MAIS DEBATE

O assunto do dia na Câmara dos Deputados, diz sobre a reunião da  Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara  que acontece hoje  para debater o parecer da reforma da Previdência Partidos do chamado “Centrão” articulam o adiamento dos debates. mas, na  CCJ, os deputados analisam se a proposta do presidente Jair Bolsonaro está de acordo com a Constituição.

CONSTITUCIONAL?

Repercute muito em Brasilia, a decisão do  ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, conceder passaporte diplomático ao proprietário da Rede Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), Edir Macedo Bezerra, e à esposa dele, Ester Eunice Rangel Bezerra. O documento terá validade de 3 anos. “A concessão de passaporte diplomático  preenche os requisitos previstos pelo Ministério das Relações Exteriores, mas “flerta com a inconstitucionalidade”, avalia especialistas

SOCORRO STF

Em  três meses e meio de presidência de Jair Bolsonaro (PSL), o Supremo Tribunal Federal (STF) foi acionado ao menos 24 vezes para barrar medidas do Palácio do Planalto, aponta levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo. A “campeã” de contestações é a Medida Provisória que reforça o caráter facultativo da contribuição sindical, alvo de 12 ações.

 ECONOMIA

O governo federal deve economizar cerca de 100 milhões de reais por ano com a implementação de um site único na internet para todos os canais digitais da administração federal. Pelo Twitter, o presidente disse que a cifra é o valor gasto com administração de milhares de  sites do governo.

PESQUISA

Os gastos com servidores ativos e inativos tiveram um aumento real médio de 2,9% em 2018, na comparação com 2017, segundo informações de 23 Unidades da Federação, calculou o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O resultado é quase três vezes superior ao crescimento de 1,1% registrado pelo Produto Interno Bruto no ano passado, lembrou o instituto.Segundo os Indicadores Ipea de Gastos com Pessoal, as despesas com inativos subiram 7,6% em 2018, enquanto os gastos com funcionários ativos aumentaram 0,7%

ÍNDICE

O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), registrou queda de 0,73% em fevereiro em comparação com janeiro, informou o Banco Central nesta segunda-feira, 15.O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice foi criado pelo BC para tentar antecipar o Produto Interno Bruto (PIB).

FRASE DO DIA

“Reitero que a Petrobras é uma empresa completamente autônoma para a tomada de decisões, coerente com seus fins institucionais e que sempre buscará a defesa do interesse dos seus acionistas e do Brasil”, disse Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *