Governo sanciona lei que prevê gratuidade na alienação de áreas não superior a 100 hectares

Para os produtores rurais com ocupação de área não superior a cem hectares a alienação se dará de forma gratuita, desde que cumpra determinados requisitos. É o que prevê a Lei nº 10.994/2019 sancionada pelo Governo do Estado e publicada no Diário Oficial do Estado.

O projeto de lei de autoria dos deputados estaduais Xuxu Dal Molin e Dilmar Dal Bosco altera o Código de Terras de Mato Grosso com o objetivo de promover a regularização da ocupação irregular no estado. A Lei vai abranger grande parte das propriedades que estão irregulares no estado.

O analista de Assuntos Fundiários da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Lino Amorim, esclareceu que o pequeno produtor foi prejudicado pela Lei nº. 10.863 de 04 de abril de 2019, que alterou o código de terras no estado e limitou a regularização não onerosa (gratuita) até um modulo fiscal. Em decorrência dessa alteração, inúmeros processos de regularização não onerosa que tramitavam no Intermat foram prejudicados.

“Diante desse cenário ruim para agricultura familiar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso se sensibilizou com o problema editando rapidamente uma nova lei que tratou de restabelecer o limite para regularização não onerosa em cem hectares”, apontou o analista fundiário Lino Amorim.

Confira a Lei nº 10.994 na íntegra:

http://www.sistemafamato.org.br/portal/arquivos/18112019112721.pdf

Fonte: Ascom Famato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *