Laranja: Safra deve impulsionar oferta de suco

A safra maior de laranja no Brasil deve impulsionar a oferta do suco da fruta, segundo informou um relatório realizado pelo Rabobank e divulgado esta semana. De acordo com o banco, a situação vai acabar “favorecendo a recuperação dos estoques por parte da indústria e a expansão da produção de NFC dentro das limitações estruturais de capacidade de produção e logística para exportação”.

“As expectativas de aumento de oferta devem pressionar os preços da laranja spot ao longo da safra e trazer um alívio nas negociações de contratos para a safra seguinte. Os preços globais do suco também devem permanecer pressionados com aumento de oferta e demanda morna nos mercados desenvolvidos. Por enquanto os preços na Europa se sustentam ao redor de USD 1.900/t”, diz o texto.

Segundo o Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) a produção esperada no levantamento é de 389 milhões de caixas, “o que representa um aumento de 36% em comparação com a safra 2018/19. Assim, se confirmam as expectativas para uma safra maior como temos projetado, principalmente por conta da qualidade da florada, clima favorável ao desenvolvimento da fruta e a boa condição das árvores após uma safra reduzida”.

“As informações preliminares apontam para uma safra de boa qualidade em 2019/20, mas ainda é cedo para afirmar sobre o rendimento da fruta. Se a qualidade for boa, com o volume projetado, a indústria conseguirá uma produção elevada repondo os estoques em níveis maiores e sustentando produção elevada de NFC”, conclui o relatório.

Por: AGROLINK –Leonardo Gottems

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *