Reajuste no preço mínimo do trigo pode estimular aumento de área

O reajuste no preço mínimo do trigo pode estimular agricultores a aumentar a área destinada ao cereal na temporada 2019/2020. Na semana passada, o Ministério da Agricultura, através da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), elevou em 12,16% o valor mínimo do cereal em grão. A mudança vale entre julho de 2019 e junho de 2020.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), as negociações de trigo continuam lentas no Brasil. Representantes de moinhos compram apenas pequenos volumes para repor estoques.

Além disso, colaboradores afirmam que muitos deles ainda têm recebido o trigo adquirido em períodos anteriores. Nesse cenário de baixa liquidez, as cotações perderam força.

No Paraná, o preço médio do produto está cotado em R$ 905,86, alta de 0,62% no acumulado do mês. No Rio Grande do Sul, o valor médio está em R$ 813,89, baixa de 0,31% em março.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *